NOTICÍAS EM CIRCULAÇÃO AULAS CRIAÇÕES COLABORAÇÕES PERCURSO CONTACTOS
LIVE

SINOPSE
Trata-se de uma performance de improvisação, entre a bailarina Amélia Bentes e um músico sempre diferente. O espectáculo é isso mesmo, um encontro de instrumentos: o corpo e um instrumento, tendo sido já com contrabaixo, cavaco eléctrico, violino eléctrico, saxofone, baixo, guitarra eléctrica, percussão e piano. O corpo e o instrumento comunicam entre si num jogo de fortes contrastes e cumplicidades. Intérpretes unidos pelo trabalho "sem rede", pelo risco de se entregarem a "LiVE", assumindo cada um a sua linguagem pessoal, onde se pretende criar situações imprevisíveis, jogar com o acaso, com as energias do momento. A comunicação ou a não comunicação é um permanente jogo e em constante reciclagem, uma vez que cada espectáculo acaba por ser único e diferente. Ambos estão numa situação de criar um espaço próprio! Um espaço vazio à espera de ser usado, para ser usado novamente. Claramente uma surpresa – a arte "ao vivo" cumprindo os seus requisitos.

(...) o músico encontrou em Amélia Bentes uma intérprete que se deixa moldar pelo desejo de improvisar, tal como um musico de jazz. A bailarina, por seu lado, vê em Carlos Barretto alguém que responde aos estímulos que a dança lhe vai impondo, sem preconceitos.(...) executam um dueto energético que rejeita as "memórias que o corpo repete" e se entrega a uma improvisação que, dificilmente, não fará nascer um diálogo."
Lucinda Canelas, Público, 02.03.01

FOI APRESENTADO COM:
Carlos Barretto (contrabaixo) e Amélia Bentes estreou em Março 2001, integrado no projecto "uma mesa e duas cadeiras", proposta lançada pela Assembleia de Programadores apresentado em Lisboa no Teatro Maria Matos, passou por Leiria, Faro, Oeiras, Tomar, Lisboa no Teatro Trindade, Vila Nova de Foz Côa, Tavira, Coimbra, Almada, Porto, Loures.

João Monteiro (cavaquinho-eléctrico) e Amélia Bentes, foi apresentado no Festival das Paisagens no Porto, organização – NEC , 2001.

Ant. Pedro Gomes (percussão) e Amélia Bentes, no Festival do Avante, Quinta da Atalaia. Set. 2002.

Paulo Curado (saxofone) e Amélia Bentes na black box do CCB em Lisboa, 2003, e Festival Fringe, (diversas cidades do pais)2004

Carlos Zingaro (violino-eléctrico) Festival Frige (em diversas cidades do pais) 2004

INTEGRADO NO FESTIVAL FRINGE -Viseu –Teatro Viriato, Tomar- Largo da Igreja, Santarém – Claustros do Convento S. Francisco, Leiria – Mercado de Sant `ana, Abrantes – Aquapolis

Vitor Rua (baixo) e Nuno Rebelo (guitarra), nos estúdios do Ballet Gulbenkian, Lisboa, 2005

Nuno Rebelo (percursão em guitarra portuguesa) no Festival Pedras d`água, Lisboa 2006

Bernardo Sassetti (piano) Festival Cineport no Brasil, 2007

fotografias: Paulo Filipe, Amélia Bentes e José Salgueiro

OUTROS ESPECTÁCULOS

mapacorpo
ego skin

<< voltar
site design: Asterisco Imagens, Design Gráfico Lda
<< topo da página